quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Eu saio com as pessoas assim do nada. E vc?



Certas coisas sobre homens e mulheres são indiscutíveis. Por mais que a gente queira teorizar e criar regras para entender, no final cada um age conforme seja mais conveniente. Mas, claro, algumas atitudes são mais freqüentes de acordo com o gênero de seu ator.

Você, mocinha solteira, curtindo a vida adoidado – até encontrar aquele forte candidato a namorado sério – tem seu celular como o amigo de todas as horas solitárias, sempre recebendo um torpedinho ou uma ligação dos peguetes mais desaparecidos às terças e quintas, geralmente entre 20h e 23h.

Se você é daquelas que, enquanto aguarda o namorável em potencial chegar, segue a vida no ritmo “eu não to fazendo nada, você também”, vai responder o torpedinho dando aquele mole instigador, do tipo ‘não tô tão aí pra vc, mas pode se achegar’. Ou então, atende a ligação com a voz melosa e topa um lanchinho, um cineminha sem compromisso.

Bem, se você é do outro time, o que espera que todo cara que vá chegar perto da sua boquinha poderia também, de quebra, te pedir em namoro, o buraco é mais embaixo. Chegando daquela “voltinha” de domingo à noite, que ele te convidou, vc vai esperar um “amanhã te ligo”, “vamos fazer alguma coisa essa semana” e até um “dorme com os anjos, minha linda”.

Ih, não rolou, né?

Daí, vc ficou esperando mais da tal voltinha, enquanto ele volta pra casa serelepe de ter aproveitado bem o restinho do fim de semana dele.

Vamos aprender? Por que sempre ficar insatisfeita, esperando algo mais? Poxa, aproveita o momento. Se não lida bem com essas saidinhas furtivas que não vão virar NADA ALÉM DISSO, então nem vá. Se for pra fazer tromba e ficar o resto da semana falando com suas amigas que ele NEM ligou, reserve seu domingo apenas para o Fantástico.

É fato: as coisas acontecem quando a gente se distrai. Vai aceitando os choppinhos de quinta-feira, as voltinhas de domingo, os cinemas da quarta e, displicentemente, vai que um desses acaba virando saída de sábado à noite?

Estrô =D

2 comentários:

Progê disse...

Aahahaha Ae Estrô! (aliás, que apelidos são esses que fomos arrumar!)
Gostei do post, voltando à ativa!
Vou tomar vergonha e escrever tbm!
Eu tbm topo saidinhas assim do nada...rs
O negócio é descomplicar e não ficar elaborando mil teorias (quem diria, eu falando isso!) nem criando expectativas. Uma saidinha é uma saidinha e ponto. Quando e SE o negócio começar a ficar complicado pro seu lado, aí sim vale parar e pensar se ta valendo a pena, caso contrario: "eu nao to fazendo nada, vc tbm", TA VALENDO!
Beijos

Progê

As avessas disse...

Pois é, Progê, pensar enlouquece, né?! Mil teorias vc até parou de elaborar, mas ainda mantém uma produção média de 497... rs
Bjo,
Estrô